Vendas
26/03/2021 • 5 MIN LEITURA

O que fazer para melhorar as vendas na pandemia

Se você é uma das milhares de pessoas que tiveram as vendas afetadas pela pandemia do Coronavírus e se perguntou como fazer para continuar sua venda de doces em meio ao caos, esse artigo pode lhe trazer alguma ajuda.

É indiscutível que as formas de consumo foram modificadas e, com essas mudanças, microempreendedores foram afetados e tiveram que se adaptar. Além disso, nesse período, aumentou significativamente o número de novos empreendedores no ramo de alimentação, como alternativa de renda, o que gerou, também, aumento na concorrência.

Há diversas medidas que podem ser tomadas para continuar vendendo e destacar-se no mercado. Listamos algumas para você.

Divulgue e venda doces pela internet

Ter presença digital sempre foi muito importante para alavancar vendas. Durante a pandemia, porém, a adesão às redes sociais e o tempo de uso delas aumentaram e, por isso, o comércio pela internet passou a ser mais valorizado, deixando claro que, concentrar estratégias de divulgação e de alcance de público nas redes sociais, pode gerar um ótimo retorno para seu negócio.

As redes sociais são importantes ferramentas de divulgação. Nelas, você pode mostrar seus produtos como em um catálogo digital, por exemplo, e manter seu público informado sobre novidades, promoções, feedback positivos de outros clientes, além de ser um canal de comunicação entre você e os compradores.

Contudo, quando falamos de vender doces na internet, as possibilidades vão além da divulgação. Hoje, as doceiras podem contar com plataformas que viabilizam uma venda prática e eficiente, como aplicativos de delivery e marketplaces.

Aplicativos de delivery

Para as doceiras que trabalham com estoque ou doces de rápido e fácil preparo, aplicativos como o iFood podem ser uma ótima opção nas vendas, por permitir o recebimento de pedidos e o pagamento online de forma fácil e automatizada. Mas, é importante procurar conhecer as taxas cobradas e normas impostas pela plataforma.

Coloque tudo na ponta do lápis e planeje-se antes de se decidir por aderir a aplicativos de delivery, pois pode ser necessário reajustar o valor de seus produtos para não ficar no prejuízo. Um bom planejamento pode ajudar você a decidir se o aplicativo é uma opção vantajosa para seu negócio ou não.

Outra opção são as plataformas que criam uma página de pedidos especialmente para você. A contratação é por meio de pagamento de mensalidade e você pode acrescentar informações e identidade da sua empresa, cadastrar seus produtos e gerar promoções. Nesse caso, o serviço de entrega fica sob a responsabilidade do contratante.

O Expresso Delivery, Neemo e Pede Fácil são exemplos desse tipo de serviço.

Marketplace do Facebook

Quem utiliza o Facebook certamente já conferiu itens divulgados no marketplace da rede social. Uma das vantagens de utilizar esse e-commerce é poder divulgar seu produto sem nenhum custo, diferente de outros marketplaces e plataformas de venda.

A plataforma personaliza a experiência dos compradores, entregando seus classificados para clientes potenciais, ou seja, aqueles que estão procurando serviços e produtos de confeitaria em sua região. Dessa forma, seu post alcança pessoas realmente interessadas e pode reduzir gastos com transporte, já que, na maioria dos casos, o cliente estará próximo de você.

O Facebook Marketplace também permite uma comunicação fácil com os clientes, porque, ao postar um classificado, há um campo para redirecionar o cliente para o seu chat.

Clique aqui para criar seu classificado.

Dica: compartilhe seu classificado em grupos de venda, dos quais participa, na região, nas páginas e no perfil próprio para ter mais alcance.

Melhore a qualidade do seu produto

Seu produto não pode só parecer bom, ele precisa realmente ser o que aparenta. Isso garante que o cliente não se sinta enganado, reconheça a qualidade e o valorize.

Utilize boas matérias-primas, invista em embalagens adequadas e certifique-se de que cuidou de todos os detalhes essenciais para que seu cliente não se frustre. A ideia é manter o cliente satisfeito e, consequentemente, fidelizá-lo.

Facilite o processo de compra e dedique-se a ele

Processo de compras complicado pode resultar na desistência por parte do cliente ou impedir que ele volte a comprar seu produto. Por isso, optar por formatos práticos e que não demandem tanto tempo e concentração, são mais bem aceitos.

Contato

Se houver mais de um canal de comunicação para receber pedidos e tirar dúvidas de seus clientes, garanta que todos sejam bem atendidos, sem muito tempo de espera.

O seu cuidado e atenção no decorrer das negociações, são imprescindíveis para o cliente sentir que não é só mais um comprador qualquer. Caso surja algum problema, resolva de maneira eficiente para que as consequências negativas sejam mínimas tanto para você, quanto para o cliente.

Após a entrega, preocupe-se em contatá-lo para coletar o feedback, assim, você pode demonstrar que se preocupa com sua satisfação e verificar pontos a serem melhorados.

Transporte

Durante a pandemia, a principal orientação é mantermo-nos em nossas casas e que estabelecimentos fiquem de portas fechadas, o que fez com que muitas empresas do ramo de alimentos aderissem ao delivery, uma atitude necessária nesse momento. Por isso, disponibilizar o serviço de entrega garante mais segurança e comodidade para o cliente.

Pagamento

Oferecer mais opções de pagamento, como cartão de crédito, parcelamento, transferências, entre outras, pode facilitar suas vendas, principalmente por causa da crise, quando muitos têm evitado gastos com serviços e produtos não essenciais.

Hoje, o mercado oferece mais opções de máquinas de pagamento eletrônico acessíveis e, também, há a possibilidade de fazer o pagamento digitalmente, com pix, transferências por aplicativos de bancos, carteiras digitais e link de pagamento. 

Informe-se sobre as condições para adesão e identifique quais se encaixam melhor no seu empreendimento.

Crie estratégias para alavancar as vendas de doces

Para definir estratégias é necessário conhecer as mudanças de comportamento de consumo do seu público e as novidades que têm feito sucesso no ramo de confeitaria. Além disso, planejar, analisar o cenário econômico, entender e conhecer seus clientes, pode ser crucial para traçar um plano.  

Crie promoções, faça parcerias com outros empreendedores de ramos semelhantes ou complementares ao de confeitaria (como restaurantes e floriculturas, por exemplo), aproveite as datas comemorativas para oferecer produtos especiais, entre outras possibilidades para melhorar sua venda de doces. Mas faça tudo com planejamento!

Gostou das dicas? Esperamos que sua venda de doces sejam impulsionadas e que você obtenha o retorno que merece!

Encontre um revendedor Ideia Embalagens perto de você.