Receita Venda de bolo Vendas
23/07/2021 • 4 MIN LEITURA

Entenda o que é confeitaria funcional e por quê aderir

É indiscutível que doces trazem sensações e prazeres que só eles conseguem, o que nos leva a consumir quantidades desmedidas de açúcares e, em muitos casos, tornando o desejo em vício. No começo é “só um docinho”, mas, aos poucos, ultrapassamos o consumo diário recomendado. É ai que entra a confeitaria funcional.

O excesso é prejudicial, mas é muito difícil abrir mão de um doce. Por isso, para não transformar os doces em vilões, a confeitaria funcional mostra que é possível manter uma alimentação saudável, incluindo-os em seu cardápio.

O que é confeitaria funcional?

A confeitaria funcional, uma vertente da gastronomia funcional, propõe tornar o doce mais saudável para que ele contribua com o funcionamento do organismo, mantendo as propriedades dos alimentos. Para isso, é necessário excluir processos artificiais, excesso de açúcar e ingredientes industrializados, itens extremamente prejudiciais à saúde.

Esses itens eliminados, na confeitaria funcional, são substituídos por ingredientes naturais e processos artesanais, resultando em doces cheios de nutrientes, fibras, proteínas e menor teor calórico. Assim, é possível alcançar pratos que, além de saciarem o desejo por doce, oferecem benefícios à saúde.

A confeitaria funcional permite que viciados em doces e pessoas que optam ou necessitam manter uma alimentação saudável, possam saborear sobremesas sem que sua saúde seja comprometida, como ocorre com os doces convencionais.

O que é primordial para aderir à confeitaria funcional? Quais principais ingredientes?

Há muitos ingredientes que são retirados e outros acrescentados nas receitas para que o doce seja considerado funcional. Na lista de ingredientes que nunca devem ser utilizados em alimentos funcionais, os principais são: a farinha branca e o açúcar. O consumo exagerado de ambos está associado a mudanças no organismo que são completamente prejudiciais para a saúde.

Além desses, todo e qualquer ingrediente ou processo industrializado/artificial, devem ser substituídos na receita. Veja as substituições mais comuns:

-Eliminar conservantes e gorduras.
-Corantes: trocar por corantes naturais.
-Farinha branca refinada: trocar por farinha integral;
-Ovos: trocar por biomassa de banana, pasta de amendoim ou farinha de liga;
-Açúcar refinado: trocar por stevia ou xylitol;
-Fermento: trocar por fermentação natural;

O que muda no preparo de doce funcional?

Se você, confeiteira, já está acostumada a fazer doces de forma tradicional, talvez sinta a diferença, principalmente do tempo de preparo de algumas receitas, como as que precisam de fermentação natural, por exemplo.

E, claro, o prazo de validade será menor do que o dos doces convencionais. Para garantir que se mantenham apropriados para consumo por mais tempo, é importante contar com alimentos frescos, embalagens e armazenamento adequados, entre outros cuidados.

Funcional também é fit?

Muitos confundem e acreditam que a culinária fitness e a funcional possuem o mesmo objetivo, mas são diferentes, possuem proposta e forma de produção que sequer se assemelham.

Alimentos fits são mais voltados para aqueles que desejam obter mais energia e melhor desempenho nas atividades físicas, principalmente para fins estéticos. Mas, o fator principal na diferença entre eles, são os ingredientes industrializados que compõem o doce fit, ao contrário do que propõem os funcionais.

Doces funcionais são preparados de modo que possam nutrir e oferecer benefícios à saúde.

Por que investir em confeitaria funcional?

As pessoas têm se conscientizado cada vez mais sobre os alimentos que consomem e adotado um cardápio balanceado para manutenção da saúde e prevenção de doenças relacionadas à má alimentação, sem considerar aquelas que mudam seus hábitos alimentares para manter a estética, já que o açúcar e a farinha branca favorecem o acúmulo de gordura em certos pontos do corpo.

A tendência é que o número de pessoas que se preocupam com o que consomem aumente na medida que informações sobre a importância de uma alimentação saudável e os impactos dos industrializados no meio ambiente são disseminadas, principalmente pela internet.

É uma oportunidade para confeiteiras

Por ser algo novo no mundo da confeitaria, mesmo que já em crescimento, ainda há pouca oferta, o que acaba dificultando a procura para quem adota a alimentação funcional. Sendo assim, ao investir na confeitaria funcional, você se coloca à frente da concorrência e se torna “fonte única” daqueles que procuram por doces produzidos dessa forma.

Na internet é possível encontrar uma série de receitas de doces, tortas, bolos funcionais, entre tantas outras que, com certeza, enriquecerá o seu cardápio de doces, sem que seja necessário você abrir mão de ainda oferecer os convencionais, enquanto forem sua maior demanda.

Esperamos que esse conteúdo seja útil para você e que possa agregá-lo aos seus projetos de confeitaria.

Acompanhe-nos no Facebook e Instagram!