Sem categoria
16/10/2020 • 4 MIN LEITURA

Como transformar sua loja em e-commerce, de maneira rápida e barata

A pandemia do coronavírus obrigou muitas lojas a vender online. A necessidade de continuar vendendo e manter o negócio ativo fez com que os lojistas se adaptassem rapidamente. Transformar a loja em e-commerce estimulou a abertura de 100 novos comércios online, de acordo com a ABComm.

A empresa Neotrust/Compre&Confie registrou que, no início da pandemia, o faturamento das vendas online foi de 33 bilhões de reais. Um aumento de 104% quando comparado com o mesmo período de 2019. Quer saber como aproveitar a onda de crescimento e transformar sua loja em e-commerce? Veja nossas dicas!

Consumidor está mais interessado em comprar online

A pesquisa da Neotrust/Compre&Confie também revelou quais foram os segmentos que mais cresceram no período: alimentos e bebidas (241%); cama, mesa e banho (236%); brinquedos (211%); móveis (174%); e eletroportáteis (164%).

Outro dado interessante da pesquisa foi com relação aos novos consumidores. Houve um aumento de 24% entre as pessoas que nunca haviam feito uma compra online e fizeram durante esse período. Foram 23,6 milhões comprando no e-commerce, sendo que para 5,7 milhões de pessoas era a primeira experiência.

Boa parte dos consumidores brasileiros, no entanto, já estavam habituados e preferiam essa modalidade de compra. Uma pesquisa realizada pela NZN Intelligence, em 2019, mostra que 82% dos brasileiros com acesso à internet compram online por causa da agilidade, comodidade, melhores preços e condições que o meio oferece. 

Para 74%, a compra online é melhor do que em loja física. Esse dado é muito relevante e um grande estímulo para você transformar sua loja em e-commerce. Veja por onde começar com as nossas dicas a seguir!

6 dicas para transformar loja em e-commerce

Existem muitas formas de transformar loja em e-commerce. Neste artigo, mostraremos um ponto de partida com soluções fáceis e rápidas para você começar a vender online.  

Planejamento

Esse é passo inicial, deve vir antes de tudo e sem ele você não deve começar nada. O planejamento vai guiar as suas ações, revelar o que precisa ser feito e o que você vai precisar em cada etapa. Coloque tudo na papel antes de começar a montar a sua loja.

No planejamento, você vai levantar pontos importantes para o seu negócio começar, como por exemplo os métodos de pagamento, precificação, processo logístico, recursos de segurança, equipes (atendimento, operação, estoque etc). 

Vendas nos marketplaces

Antes de começar a transformar sua loja em e-commerce, investir em plataforma e outros recursos necessários, você pode fazer um teste nos marketplaces. Esses ambientes são oferecidos por grandes empresas, como Mercado Livre, Amazon, Americanas, Dafiti etc. Você faz um cadastro da sua loja, adiciona seus produtos e começa a vender por esses canais.

Além dos canais já contarem com boa parte da infraestrutura que você precisaria contratar ou desenvolver, são ótimas vitrines virtuais, pois as pessoas já estão acostumadas a comprar naquele local.

O interessante dos marketplaces é o foco nos nichos. Citamos os mais populares, mas você pode procurar por plataformas focadas no seu negócio. Além disso, todo marketplace vai oferecer uma categoria relacionada com o seu produto para que você possa adicioná-lo adequadamente. Isso será fundamental para atingir o público.

Como transformar sua loja em e-commerce

Plataforma de e-commerce

Essa é uma das etapas mais difíceis do processo de transformação de loja em e-commerce. A escolha da plataforma deve considerar diversas variáveis, como o custo, os recursos que oferece, as integrações que permite, o tempo de resposta do sistema entre outras informações.

Existem sistemas bem conhecidos no mercado, por isso encontrar opiniões sobre cada um deles não será o mais difícil do processo. Recomendamos que você pesquise sobre as plataformas, o que oferece e seus custos e depois pesquise pelas avaliações dos clientes.

A avaliação vai mostrar quais são os pontos positivos e negativos do sistema e como isso pode ajudar ou prejudicar o seu negócio. Depois, o desafio maior será avaliar todas as informações e escolher a mais adequada para a sua empresa.

Evite sistemas gratuitos ou que oferecem muito por um custo muito baixo. Desconfie. O e-commerce deve ser um ambiente seguro, pois os clientes vão incluir seus dados pessoas e informações de pagamento. O vazamento dessas informações pode causar sérios danos para o cliente e para a sua empresa. 

Integração

A integração vai garantir que alguns mecanismos da sua plataforma de e-commerce funcionem. Cada plataforma conta com suas particularidades e recursos, nem sempre é possível ter todos que você precisa em um só lugar. Isso vai impactar na complexidade do sistema e no investimento que você vai fazer.

Por isso, as integrações são importantes. O uso de alguns plugins permite que você consiga disponibilizar algumas ferramentas aos clientes ou para a sua equipe mesmo. Antes de escolher, dê uma pesquisada sobre os plugins que integram todo ecossistema de canais de e-commerce. 

Como transformar sua loja em e-commerce

Identidade visual

Ao entrar em sua loja online, o cliente deve se sentir como se estivesse em sua loja física. O ambiente deve lhe proporcionar confiança e familiaridade. Isso vai ajudá-lo a estimular as compras. A identidade visual é fator fundamental nesse sentido.

Tome o cuidado de criar um ambiente que remeta à sua loja, o que inclui as cores da marca, logo, tipografia e outros elementos que estão relacionados com o seu negócio. A mesma identidade que você usa em suas embalagens personalizadas e outros materiais deve ser replicada em seu e-commerce.

Experiência do usuário

Por fim, a experiência do usuário é que vai determinar se ele continuará comprando em sua loja online ou não. Colocar o cliente no centro do negócio e tomar decisões pensando em beneficiá-lo é o principal fator para ter sucesso. 

Ofereça uma experiência personalizada, o cliente deve ver na venda online mais um benefício. Ou seja, ele deve receber um atendimento tão bom quanto o da loja física. Invista em materiais personalizados que vão acompanhar as entregas, como embalagens, informativos e até brindes.

Todo detalhe conta na hora de conquistar esse público e mostrar que é possível comprar no e-commerce com segurança, qualidade, comodidade e um excelente atendimento. Quer aprender mais sobre vendas no e-commerce? Inscreva-se em nossa newsletter.