Vendas
27/11/2020 • 3 MIN LEITURA

Como precificar meus doces de natal?

Você começou a produzir e está se perguntando “como precificar meus doces de Natal“? Saiba que essa dúvida é bastante comum, mas é preciso ter muita atenção na hora de definir os valores. A precificação incorreta impede que você consiga ter o retorno sobre suas vendas, podendo, inclusive, causar prejuízos.

Se assim como muitas pessoas, você também quer saber como precificar os doces de Natal, continue lendo este artigo e veja as dicas que preparamos para ajudar!

Defina o valor do seu produto, não o preço!

https://elements.envato.com/pt-br/christmas-sweets-on-the-cutting-board-PMMM6JX

O preço está relacionado com os custos do produto. O valor tem mais aspectos envolvidos, como por exemplo, o que aquele produto proporciona ao cliente.

O valor do produto pode ser a conexão que ele faz com outros momentos da vida do consumidor, a impressão que ele tem sobre o cuidado e a qualidade do produto ou uma sensação de estar investindo em algo que vai além do item comprado. Está relacionado com a experiência de compra.

O seu doce de Natal pode fazer com que os clientes lembrem de momentos da infância, das comemorações em família ou pode transmitir qualidade e cuidado, por meio de embalagens personalizadas e delicadas. Existem diversas formas de gerar valor, entenda o seu público para identificar o melhor caminho.

Como precificar meus doces de Natal?

Certo, agora preciso saber como precificar meus doces de Natal. Então, vamos lá. A seguir, você vai ver dicas importantes para isso!

Mapeie os preços da concorrência

https://elements.envato.com/pt-br/christmas-sweets-836FT3C

Identifique quem são seus concorrentes seus produtos, experimente, veja os preços e compare. Dessa forma, você terá um ponto de partida ou, pelo menos, uma base, e identifica pontos que precisam ser melhorados em seu produto.

Identifique seus custos e despesas

Como precificar meus doces de natal?

Agora, faça um levantamento de todos os custos que teve e terá em seu processo de produção e as despesas fixas e variáveis necessárias para manutenção do seu negócio. Ingredientes, embalagens, água, energia elétrica, mão de obra, gás, aluguel do imóvel etc.

Saiba exatamente tudo que foi gasto na produção e tudo que você vai gastar para manter o negócio mesmo quando não estiver produzindo doces. O preço dos seus doces deve pagar essas despesas e ainda proporcionar lucro.

Escolha um método de precificação e aplique

Como precificar meus doces de natal?

Com os valores dos concorrentes e os custos e despesas da sua produção em mãos, você já tem uma base para começar a sua precificação. Agora, só falta escolher um método para fazer isso. Existem alguns modelos, mas a seguir mostraremos os principais e mais simples para quem está começando:

Markup

O Markup é um dos métodos mais conhecidos e usados no mercado, um jeito bem simples. Nesse modelo, basicamente, você vai encontrar um valor que vai cobrir suas despesas e custos e chegar ao lucro desejado.

Como isso é feito? Lembra da lista com as despesas e custos da sua produção? Esse é o momento de usá-la. Analise tudo que você listou e em seguida adicione o markup em cima do custo. Vamos a um exemplo:

  • Custo + Markup = Preço de Venda

Você gastou R$ 2,00 para produzir um biscoito natalino e quer ter um lucro de 30% com a venda desse produto. Nesse caso, você vai colocar esse percentual em cima do custo do seu produto. Ficará dessa forma:

  • 30% de R$2,00 = R$0,60
  • Preço de Venda = R$2,00 + R$0,60

Além de cobrir o custo variável, você precisa ter uma margem de contribuição para pagar os seus custos fixos.

Na margem de contribuição, você se identifica quanto seus gastos fixos representam do faturamento médio. Em seguida, adiciona esse valor ao markup.

Custo da hora trabalhada

Outro ponto importante para definir o preço dos seus produtos é identificando o valor da sua hora de trabalho. Afinal, além dos custos com os ingredientes e a operação, você dedicou horas do seu dia para produzir.

Para isso, você precisa definir a sua hora de trabalho. Vamos usar como base, um salário de R$2.000,00 para trabalhar 200 horas por mês. A hora de trabalho, nesse caso, é mais ou menos R$10,00. Se você leva 1 hora para preparar um doce, some esse valor ao custo da sua produção.

Percepção de valor

Lembra das diferenças entre preço e valor? Utilize a percepção de valor na precificação do seu produto. Para isso, você pode agregar alguns fatores na entrega do seu produto, como personalização, qualidade superior, atendimento, o produto proporciona uma experiência diferenciada? Todos esses pontos podem ser relevantes para a sua precificação.

Gostou dessas dicas? Siga nossos perfis nas redes sociais e fique por dentro de outras dicas como essas.